Como aproveitar os dicionários on-line
Background photo created by freepik

Como aproveitar os dicionários on-line

Quem é mais velho com certeza já deve ter usado o Dicionário Aurélio alguma vez na vida. Procurar definições para palavras desconhecidas, no meio de tantos vocábulos faz parte da lembrança de milhares de brasileiros nascidos antes do ano 2000.

Com o surgimento da internet, muitos dos nossos hábitos mudaram, e o hábito de procurar palavras também, já que muitos dicionários eletrônicos estão ao alcance das pessoas.

Pensando nessa nova realidade, falaremos sobre como usar os dicionários on-line. 

Entendendo os dicionários on-line

1. US/UK ou BrE/NAmE

Quando você começar a procurar por palavras nos dicionários on-line, verá muitas palavras com essas siglas. Apesar de parecer algo estranho, não é nada de outro mundo. Essa descrição é utilizada para diferenciar a pronúncia e a escrita em inglês britânico e inglês americano, sendo UK (United Kingdom) para Reino Unido e US (United States) para Estados Unidos. Já no segundo caso, BrE (British English) significa Inglês Britânico, e NAmE (North American English), que significa inglês norte-americano.

2. A1-A2/B1-B2/C1-C2

Você perceberá que muitas palavras possuem uma dessas classificações antes das definições. Isso significa o nível do vocabulário dela, se é um termo utilizado por iniciantes ou de nível mais avançado. Termos como water (água), rain (chuva), por exemplo, vão ter classificação A1, já que são vocábulos aprendidos nos estágios iniciais dos estudos, geralmente pesquisados por pessoas que estão começando a aprender a língua. Já palavras menos usadas, de vocabulário mais avançado, como ally (aliado), criterion (critério), são classificadas como mais avançadas (Em ambos os casos, C1).

É importante lembrar que nem todas as palavras possuem essas classificações, pois geralmente são categorizadas apenas as que caem em prova de proficiência.

3. Abreviações

Em inglês, a mesma palavra pode ter vários significados. Pode exercer função de verbo, advérbio ou substantivo, por exemplo. É importante lembrar que em muitos dicionários a função que a palavra exerce está descrita de forma abreviada, como por exemplo: Advérbio – Adverb – Adv ou Substantivo – Noun – N.

Como as abreviações usadas pelos dicionários não são iguais, muitas são acompanhadas pelo (C), que significa code (código). Na seção de códigos de cada dicionário on-line estão todos os significados. Aprender esses códigos vai facilitar a sua vida nas suas futuras pesquisas.

É importante lembrar que as abreviações seguem as palavras em inglês, como pode ser visto nos exemplos acima. Algumas palavras serão semelhantes ao português, como advérbio (adverb), enquanto outras serão diferentes, como substantivo (noun), por exemplo.

4. Pronúncia

Em inglês, a relação entre a ortografia e a pronúncia é muito baixa. Há várias maneiras de pronunciar uma mesma vogal e algumas letras não são pronunciadas dependendo da palavra. O problema é que não há uma regra que se possa aplicar em 100% dos casos, como ocorre em algumas línguas. Por isso, muitos dicionários possuem a pronúncia de acordo com o alfabeto fonético internacional (International Phonetic Alphabet, também conhecido como IPA).

Conhecer as letras do alfabeto fonético internacional é uma ótima maneira de melhorar sua pronúncia, pois muitas vezes o nosso ouvido pode nos enganar, levando a aprender a pronúncia de maneira equivocada. É muito comum brasileiros não saberem diferenciar as palavras leave /liːv/ e live /lɪv/, por exemplo.

5. Uso do português

Para quem está começando a estudar, é recomendado procurar um dicionário inglês-português, pois o vocabulário é pequeno e você perderá muito tempo tentando entender a definição. Ao atingir um nível intermediário, é interessante partir para um dicionário inglês-inglês, ou seja, aprender o idioma através dele mesmo, assim você pode praticar o seu vocabulário e estar exposto à língua.

6. Expressões idiomáticas (Idioms)

Geralmente, as últimas definições falam de expressões idiomáticas usando a palavra que você pesquisou. Quem sabe você não tenha entendido o significado da palavra por se tratar de uma expressão idiomática?
Um exemplo é a palavra pop, que pode se referir ao estilo musical ou a uma explosão, mas pop the question é uma expressão idiomática que significa pedir alguém em casamento. (So, did he pop the question, then?)

7. Ortografia

Assim como a pronúncia, algumas palavras se escrevem de maneira diferente dependendo da variação linguística. Cor, por exemplo, é color  em inglês americano e colour em inglês britânico. Muitos dicionários informam se a escrita é americana ou britânica. É interessante saber algumas variações na escrita.

8. Plural

Em algum momento do seu aprendizado, você aprenderá como se forma o plural em inglês. Apesar da formação do plural ser bem simples, há alguns substantivos irregulares, que é o caso de knife (faca), que tem como plural knives (facas).

Na maioria dos dicionários, caso o plural seja irregular, estará logo abaixo da palavra. Pesquise se é o caso do dicionário que você está usando.

9. Exemplos

Muitos dicionários utilizam as palavras mostrando alguns exemplos, utilizando as o termo procurado em frases, para que assim você possa ver o uso no dia a dia. Aproveite esses exemplos, pode te ajudar caso não tenha entendido a definição. Em alguns dicionários eles fornecem a pronúncia não só da palavra pesquisada, mas também da frase inteira.

10. Sinônimos

Outro recurso interessante dos dicionários on-line é a lista de sinônimos. São palavras com significados semelhantes àquelas que você pesquisou. Start (iniciar) e begin (começar), por exemplo, são sinônimos. 

Saber sinônimos é ótimo para aumentar seu vocabulário e melhorar a sua escrita, pois diminui as repetições e não deixa o texto ou a conversa cansativa.

11. Antônimos

Nesse caso, diferente dos sinônimos, são palavras com significados diferentes daquelas que você pesquisou. Pesquisar antônimos e sinônimos são ótimas maneiras para que você consiga entender as definições e também para expandir seu vocabulário. 

Algumas pessoas usam o uso de antônimos como técnica de memorização. Por exemplo, good and bad (bom e mal), hot and cold (quente e frio) and wake up and sleep (acordar e dormir).

12. Quando usar os dicionários on-line

Apesar do uso do dicionário ser interessante, muitas vezes não precisamos verificar cada palavra que ouvimos ou lemos. Com algumas dicas, você não precisará ficar toda hora pesquisando no dicionário.

Quando você encontrar alguma palavra desconhecida, continue lendo até o fim da frase, ou às vezes até o fim do parágrafo. Dependendo do contexto, você conseguirá descobrir o significado. Se você não conseguir deduzir, então o uso do dicionário é imprescindível.

Se você ouvir alguma palavra durante uma conversa ou durante a aula com seu professor, espere a conversa terminar e continue ouvindo o que está sendo dito. Caso não tenha entendido, você pode pedir ajuda para quem estiver conversando. Ouvir uma conversa e procurar imediatamente no dicionário fará com que você muitas vezes não encontre a palavra a tempo e assim perca a mensagem do seu interlocutor.

Por hoje é isso pessoal. Esperamos que vocês tenham gostado deste conteúdo!

Gostaria de conhecer nosso curso de inglês on-line?

Preencha o formulário abaixo para entrarmos em contato:

Por Philip Camanducci. No LF Idiomas desde 2016, é tradutor e professor de Inglês e Português para Estrangeiros há mais de 12 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *